Menu fechado

Nota

Sobre o incêndio no Museu Nacional

Incêndio no Museu Nacional, ocorrido em 2 de setembro de 2018Cemap-Interludium Centro de Estudo do Movimento Operário vem a público com profunda indignação expressar sua tristeza diante do incêndio ocorrido em 2 de setembro no Museu Nacional, o quinto mais importante museu do mundo.

Os profissionais que lá trabalharam e continuarão a trabalhar há muito sabiam que esta era uma tragédia anunciada, e denunciavam isto, tamanho o descaso e a falta de investimento que assegurasse seu funcionamento em condições minimamente seguras.

Mas este é o país em que alguns governos fazem questão de explicitar, de maneira inequívoca, a pouca ou nenhuma importância que tem a memória histórica e a cultura do seu povo, porque não têm nenhum compromisso com ele.

O que esperar de um país cujo presidente e o Congresso aprovam, como ocorreu recentemente, cortar verba da ciência, da educação e da cultura, sem falar da saúde, por 20 anos, sob o pretexto de contenção de gastos?

O mesmo governo que encontra verba pública para aumentar em 58,6%, só nos dois últimos anos, os mais que polpudos salários de um Judiciário inepto, e o mais caro do planeta.

Nossa solidariedade aos funcionários do Museu Nacional e de todos os demais Museus e Centros de Memória Brasileiros, bem como a todos os cidadãos comprometidos com a nossa memória histórica, com a pesquisa, a ciência, a educação e a cultura.
(Foto: Agência Brasil/Tânia Rêgo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *