Menu fechado
Slider

Plantão desnecessário nas escolas municipais

Desde que começou a quarentena por causa do covid19, o secretário de Educação de São Paulo, Bruno Caetano, determinou que as escolas municipais não podiam ficar vazias. Durante todos os dias da semana, mesmo sem aulas e sem alunos, três servidores da secretaria devem permanecer de plantão nas instalações. A ordem vai contra o próprio objetivo da quarentena, ao pôr em risco professores e funcionários em plantões desnecessários e tem provocado muitos protestos.

A Rádio Brasil Atual transmite neste dia 9, entre as 7 e as 9 da manhã, a reportagem Plantão nas Escolas Municipais durante a Quarentena!, em que dá mais detalhes da situação, com entrevistas de alguns profissionais da Educação contrários a essa atitude do secretário.

Projeto “Mario Pedrosa, 120 anos” em andamento

Projeto Mario Pedrosa, 120 anos – Identidade Visual.

O projeto “Mario Pedrosa 120 anos” que visa modernizar a preservação e difusão digital do Acervo do Centro de Documentação Mario Pedrosa do CEMAP-Interludium através do lançamento de um website, minidocs e exposições iconográficas sobre o legado e obras de Mario Pedrosa prossegue firme durante a pandemia.

Libelu – Abaixo a Ditadura 2020

Ruy Shiozawa – acervo particular

Documentário dirigido pelo cineasta e jornalista Diógenes Muniz, é selecionado para “É Tudo Verdade 2020”, maior festival de documentários da América Latina. Sua fase presencial fora adiada para o mês de setembro devido a pandemia do Sars-Cov-2.

1º de maio de 1980

Reunião: Greve, Jornal O Trabalho/ ABC de luta/ Tribuna Metalúrgica – 1980.

Há 40 anos, mais de 150 mil metalúrgicos tomaram o estádio da Vila Euclides em São Bernardo do Campo (ABC). Nesse período atravessado por sucessivas paralisações nos anos anteriores, a deflagração da ditadura militar implantada em 1964 abriu caminho pela luta por direitos trabalhistas, aumento salarial e melhores condições de vida. Assim, diante de uma conjuntura danosa aos operários, nasceu uma das maiores mobilizações do país até então.

O início da grande greve

Jornal o Trabalho e Tribuna Metalúrgica, 1978-1979 (Acervos Mário Pedrosa e Sérgio Buarque de Holanda).

Os últimos anos da década de 70 viram renascer um novo movimento sindical. Depois de uma ausência que seguiu a brutal repressão às greves de 1968 de Osasco e Contagem, a classe operária voltou à cena em grande estilo, aprofundando a crise da ditadura e questionando os limites da “abertura lenta, gradual e segura” dos ditadores Geisel e Figueiredo.

Assassinato de Merlino condena o torturador Ustra

Revista Movimento, 2018.

Luiz Eduardo Merlino (1948-71) foi jornalista (trabalhou nos jornais Folha da Tarde e Jornal da Tarde), líder estudantil e militante do POC (Partido Operário Comunista). Foi brutalmente torturado e assassinado por agentes da ditadura militar brasileira. Há versões diferentes para seu desaparecimento, algumas contadas por seus amigos e companheiros, outras por relatos médicos e meios oficiais.

 

 

Revista “Sociologias Plurais” lança dossiê “Mário Pedrosa 120 anos”

Mário Pedrosa no Chile, Cemap – Cedem/Unesp.

O programa de pós-graduação da UFPR (Universidade Federal do Paraná) lançou o dossiê “Mário Pedrosa, 120 anos” visando manifestar um maior conhecimento sobre a obra do intelectual. O Cemap-Interludium já está fazendo o projeto que realizará a preservação e difusão digital do Acervo do Centro de Documentação Mário Pedrosa. Com participação do Cedem-Unesp e PROAC (SEC-SP). O projeto pode ser conferido no link a seguir: https://cemap-interludium.org.br/cemap-interludium/projeto-mario-pedrosa-120-anos